sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Inquietação


A cada conflito, a inquietação rouba meu sono

Não importa quem começou

A cada conflito, precisa haver uma libertação

Uma música lenta talvez me tranquilize

Uma conversa talvez me revigore

Mas, para calar os demônios

Preciso que a arte desça sobre mim 

E isso é uma glória!

Quero me espalhar por todos os lugares

Em versos construir o palco de minha alma.

Nenhum comentário: