sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Seu perfume em mim


Em seu corpo sinto o perfume da esplêndida flor da mais doce primavera

Perco as horas com seu aconchegante afago, com suas mãos a me acariciar

A doce sensação sempre demora a chegar

E quando chega

Vai-se embora na sutileza de um piscar de olhos

Os bons momentos são assim...

São imprevisíveis e raros, na maioria das vezes

Acho que tem que ser assim

O show não pode acontecer a toda hora

É preciso emoção a cada encontro

É preciso ter paz a cada instante

A primavera tem sua hora de chegar

Trazendo consigo a mais bela e delicada flor.

Nenhum comentário: